Perguntas Frequentes

Ao longo da carreira como Cirurgião Cardiovascular, o Prof. Dr. Edmo acumulou uma bagagem de perguntas mais realizadas por seus pacientes no consultório. Vamos esclarecer todas elas a seguir.

Sim, precisa tomar muito cuidado com o consumo de termogênico e é recomendado a orientação do médico. O termogênico pode apresentar efeitos colaterais se consumido de forma não orientada e individualizada para cada indivíduo, pois, ela é uma substância vasoconstritora, ou seja, fecha a luz natural dos vasos e com isso ela produz aumento do calor interno do organismo (que é a termogênese), aceleração dos batimentos e pressão aumentada.

Existem alguns fatores que podem contribuir para um agravo nessa época do ano, principalmente de ordem emocional. Nessa época do ano, as pessoas ficam mais emotivas, mais sensibilizadas devido a histórico familiar, etc., o que mexe muito com a estabilidade emocional de qualquer ser humano. Quando a pessoa já portadora de alguma tendência ao infarto ou possui algum tratamento prévio nesse sentido, ela pode vir a ter um episódio novo dessa ocorrência.

Quando ele gera uma mínima limitação no seu dia a dia como, por exemplo, deixar de dormir adequadamente, impaciência ou intolerância profissional, humor instável no ambiente familiar. Se isso acontecer, recomendo que você busque auxílio médico.

Não, não são melhores. Eles também apresentam as toxinas de um cigarro comum (apesar de terem a concentração mais baixa desses elementos), mas não deixa de ter toxinas. Os cigarros não têm nenhum aspecto que possa ser apontado como favorável para a saúde humana.

Não. O narguilé tem a mesma probabilidade de risco ou até maior que a do cigarro, pois, é um conjunto de substâncias tóxicas.